× Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Aprendizado Espírita
Textos e ferramentas para aprender, ensinar e divulgar o Espiritismo
Textos
Ilustração: O aspecto tríplice da Doutrina Espírita visto por meio do triângulo proposto pelo Espírito Emmanuel/F. C. Xavier (conforme Herculano Pires em O Espírito e o tempo)

ROTEIRO DE LEITURA E ESTUDO (RLE)
ELEMENTOS DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS ESPÍRITAS
Módulo 11 - Tríplice Aspecto do Espiritismo


SUMÁRIO


     - Apresentação
     - Tríplice aspecto do Espiritismo (por Marta Antunes de Moura)
      - O Espiritismo em seu tríplice aspecto
     - O triângulo de Emmanuel
     - Referências bibliográficas
     - RLE - Módulo 11 - TRÍPLICE ASPECTO DO ESPIRITISMO
     - Textos complementares
     - Exercícios de verificação
               - Perguntas
               - Respostas
     - Caixa de ferramentas
     - Citações e transcrições
     - Índice - ELEMENTOS DE FILOSOFIA E CIÊNCIA ESPÍRITAS



APRESENTAÇÃO

Instrutor Guima

Prosseguindo no RLE - ELEMENTOS DE FILOSOFIA E CIÊNCIA ESPÍRITAS, vem a seguir o Módulo 11 - Tríplice Aspecto do Espiritismo, um breve estudo sobre a classificação da Doutrina Espírita no campo do Conhecimento. 
 
Leia com atenção e esquematize os textos que vêm a seguir,  pois são matéria introdutória aos pontos discriminados no Roteiro de Estudos deste Módulo 11.

Bom trabalho!
 
TRÍPLICE ASPECTO DO ESPIRITISMO

Do site da FEB (aqui), extraímos o artigo abaixo, de autoria de Marta Antunes de Moura
(em 2012: coordenadora das Comissões Regionais na área da Mediunidade da Federação Espírita Brasileira (FEB), Vice-presidente da FEB), que servirá de introdução ao tema deste RLE - Módulo 11 - Tríplice Aspecto do Espiritismo
Tríplice aspecto do Espiritismo 

A Doutrina Espírita é de natureza tríplice, pois abrange princípios filosóficos (é uma “filosofia espiritualista” (1)), científicos e religiosos ou morais. Daí Allan Kardec afirmar: O Espiritismo é, ao mesmo tempo, uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática consiste nas relações que se podem estabelecer entre nós e os Espíritos; como filosofia, compreende todas as consequências morais que decorrem de tais relações.(2)
 
Tendo como referência essa orientação, o Espírito Emmanuel elucida: Podemos tomar o Espiritismo, simbolizado […] como um triângulo de forças espirituais. A Ciência e a Filosofia vinculam à Terra essa figura simbólica, porém, a Religião é o ângulo divino que a liga ao céu.” (3) E acrescenta:
 
No seu aspecto científico e filosófico, a Doutrina será sempre um campo nobre de investigações humanas, como outros movimentos coletivos, de natureza intelectual, que visam ao aperfeiçoamento da Humanidade. No aspecto religioso, todavia, repousa a sua grandeza divina, por constituir a restauração do Evangelho de Jesus Cristo, estabelecendo a renovação definitiva do homem, para a grandeza do seu imenso futuro espiritual. 3

 Em linhas gerais, o aspecto filosófico analisa a Criação Divina, explicando porque Deus criou o homem, qual é a sua origem e sua destinação, refletindo sobre as causas da felicidade e infelicidade humanas. O aspecto científico fornece comprovações a respeito da natureza e imortalidade do Espírito; a influência exercida pelos Espíritos e o intercâmbio mediúnico estabelecido entre  encarnados e desencarnados. O aspecto religioso trata das consequências morais do comportamento humano, definido pelo uso do livre arbítrio e governado pela lei de causa e efeito.

A melhoria moral, orientada pelo Espiritismo, fundamenta-se nos preceitos doutrinários do Evangelho de Jesus,  considerado “modelo e guia da Humanidade” (4): “Para o homem, Jesus representa o tipo da perfeição moral a que a Humanidade pode aspirar na Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo, e a doutrina que ensinou é a mais pura expressão de sua  lei […].” (4)

Referências

(1) KARDEC, Allan. O livro dos espíritos. Tradução de Evandro Noleto Bezerra. 2. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2010. Folha de Rosto.

(2) ____. O que é o espiritismo. Tradução de Evandro Noleto Bezerra. 1. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2009. Preâmbulo.

(3) XAVIER, Francisco Cândido. O consolador. Pelo espírito Emmanuel. 28. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2008. Definição.

(4) KARDEC, Allan. O livro dos espíritos. Tradução de Evandro Noleto Bezerra. 2. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2010, questão 625.
 
O ESPIRITISMO EM SEU TRÍPLICE ASPECTO
 
"O Conhecimento pode assumir três aspectos ou estados: o Científico, o Filosófico e o Religioso." 
........................
"No Espiritismo, a Ciência fornece as provas que convencem; a Filosofia, os elementos que esclarecem; a Religião, a moral que aperfeiçoa."

Da Ciência Espírita, nasceu a Filosofia Espírita. E, desta, nasceu a Religião Espírita. O Espiritismo é, pois, uma doutrina com aspectos científicos, filosóficos e religiosos. (1)

Chibeni (2) diz que essa caracterização do tríplice aspecto não pode ser encontrada exatamente nesses termos na obra de Kardec, e que ela, todavia, é correta e, em sua essência, está presente no pensamento do criador do Espiritismo e de seus mais lúcidos continuadores.

No entanto, o mesmo autor sugere que talvez devêssemos evitar a expressão "tríplice aspecto", pois ela pode dar a impressão que se trata de três elementos separados ou separáveis, que agrupamos apenas por conveniência, o que não é verdadeiro, pois eles estão inextricavelmente ligados.

Chibeni conclui deste modo sua tese:
 
Se pensarmos no Espiritismo em termos de filosofia, será uma filosofia apoiada em bases científicas, e que tem como um dos objetivos centrais o estudo das questões morais.

Se pensarmos em termos de ciência, não será uma pesquisa seca, que simplesmente constate e sistematize fatos, mas de uma investigação de longo alcance sobre um objeto de fundamental importância, o elemento espiritual. Essa ciência complementa, pois, as ciências acadêmicas, cujo objeto de estudo é o elemento material. E, pela própria natureza de seu objeto de estudo, a ciência espírita necessariamente diz respeito a tópicos genuinamente filosóficos, dentre os quais ressalta, por sua importância prática, aqueles referentes à moral. 

(1) Kardec e a Ciência Espírita In O Mistério do Bem e do Mal. J. Herculano Pires 
(2) Espiritismo em seu tríplice aspecto. Silvio S. Chibeni. In Reformador - Ago/Set/Out-2003

O TRIÂNGULO DE EMMANUEL

Do livro O Espírito e o Tempo, de Herculano Pires (Edicel, 1977), selecionamos o texto O triângulo de Emmanuel/A doutrina tríplice.

Confira.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

PIRES, J. Herculano. O Espírito e o Tempo. São Paulo, EDICEL, 1997
MOURA, Marta Antunes de. Tríplice Aspecto do Espiritismo. [Artigo]. Site da FEB

ROTEIRO DE LEITURA E ESTUDO (RLE)
Módulo 11 - TRÍPLICE ASPECTO DO ESPIRITISMO


Finalidades deste Módulo 11
♦ Efetuar a leitura/estudo de textos selecionados sobre o Tríplice aspecto do Espiritismo, objetivando conhecer noções introdutórias dessa disciplina.

Pré-requisito
♦ Ter realizado os módulos anteriores deste RLE - ELEMENTOS DE FILOSOFIA E CIÊNCIA ESPÍRITAS
♦ Ter lido com atenção e esquematizado os pontos  dados acima, quais sejam:  Tríplice aspecto do Espiritismo, O Espiritismo em seu tríplice aspecto e O triângulo de Emmanuel

Objetivos de ensino
♦ Ao concluir todas as atividades deste Módulo 11, você será capaz de:

     • conhecer aspectos da natureza tríplice da Doutrina Espírita: Aspectos científicos, filosóficos e religiosos-morais, o triângulo de forças do Emmanuel
     • conhecer noções sobre o tríplice aspecto na obra de Allan Kardec: a investigação científica do elemento espiritual, com consequências filosóficas e morais
     • conhecer como se deu a construção da teoria do tríplice aspecto do Espiritismo
     • conhecer o pensamento de diversos articulistas espíritas sobre: o tríplice aspecto, a questão de o Espiritismo ser ou não ser uma "religião"

Atividades
     ♦ Proceda à leitura/estudo dos textos abaixo indicados (itemTextos complementares), observando as instruções do tópico Leitura e Filosofia do Módulo Apresentação deste RLE.
     ♦ Faça um resumo da matéria, mediante notas, esquemas, mapas mentais, como preferir, a cada tópico especificado nos Objetivos de ensino (v. acima), bem como das leituras complementares que realizar.
       ♦ Faça resumos próprios de pontos relevantes do material lido/estudado: pense filosoficamente, destaque os pontos altos e baixos dos textos, liste perguntas a que o texto responde, critique as ideias, exponha seu modo de ver as coisas, levante questões para futuros estudos/discussões, anote pontos para pesquisar posteriormente.
     ♦ Consulte glossários/dicionários para verificar conceitos ou palavras desconhecidas, e as adicione ao seu glossário pessoal de filosofia

Material de estudo
     ♦ Tenha à mão:  livros-textos, e-books, dicionários, papel, lápis e fichas de anotações e fichamento, se for adotá-las

Textos complementares
     ♦  Os textos dos Cadernos de leitura a serem trabalhados estão discriminados logo abaixo (aqui)


Exercícios
     ♦  Alguns Exercícios de verificação encerram o estudo deste módulo (aqui)


Impressão do material
     ♦ Recomenda-se a leitura on-line do roteiro e a impressão somente do material estritamente necessário

TEXTOS COMPLEMENTARES

Caderno de Leituras Espíritas - Filosofia Espírita
Parte 2
- Uma nova revolução copérnica – Herculano Pires - 
pag. 44 - 75
- O que é o Espiritismo - Herculano Pires - pág. 48 - 79
      - I - A Terceira Revelação
      - II - Alicerce de uma Nova Era


Caderno de Leituras Espíritas - Ciência Espírita
Parte 3
16 - As acepções da palavra ‘Espiritismo’ e a preservação doutrinária - Silvio Seno Chibeni - pág. 20
17 - A religião espírita – Sílvio Seno Chibeni - pág. 24
23 - A construção da teoria do tríplice aspecto – Mauro Quintella - pág. 57
24 - A difícil classificação do Espiritismo como forma de conhecimento -  Mauro Quintella - pág. 60
22 - O Espiritismo em seu tríplice aspecto: científico, filosófico e religioso - Silvio Seno Chibeni - pág. 39
25 - Análise filosófica à pergunta: O Espiritismo é uma religião? Lindemberg Jackson Souza de Castro - pág. 62

EXERCÍCIOS DE VERIFICAÇÃO
Instrutor Guima
A seguir, vêm alguns exercícios para verificar o que aqui foi lido estudado.

São exercícios simples, para repassar brevemente os textos deste Módulo 11, destacar algum ponto ou, ainda, chamar a atenção para aspectos interessantes.

O entendimento e apreensão da matéria estão ligados à leitura compreensiva e anotada, e às questões e críticas que você mesmo formulou durante os estudos.

As respostas estão logo abaixo.

Vamos lá!

Perguntas

1. Segundo Marta Antunes de Moura, autora do texto Tríplice aspecto do Espiritismo, em linhas gerais, como é o aspecto filosófico do Espiritismo?

2. No texto Espiritismo em seu tríplice aspecto, Silvio Chibeni  sugere que talvez devêssemos evitar a expressão "tríplice aspecto". Por que razão?

3. Segundo escreveu Herculano Pires (no livro O Espírito e o Tempo), quando interpelado a respeito do tríplice aspecto do Espiritismo (Ciência, Filosofia e Religião), qual foi a resposta do Espírito Emmanuel?

4. 
Segundo Mauro Quintella (A construção da teoria do tríplice aspecto), Kardec nunca enunciou a locução tríplice aspecto do Espiritismo. Nem, tampouco, disse que o Espiritismo tinha características de ciência, filosofia e religião ou moral ao mesmo tempo. No entanto, a primeira concepção tripartida do Espiritismo é de Kardec. Que frase foi essa e onde foi escrita?

5. Diz Lindemberg Souza de Castro (Análise filosófica à pergunta: O Espiritismo é uma religião?) que quando se fala em “restaurar a verdadeira religião”, normalmente se pensa no movimento espírita, que o Espiritismo é o futuro das religiões, como se fosse engoli-las todas. Para o autor, no entanto, é outro o sentido daquela expressão.

O que quer dizer a expressão restaurar a verdadeira religião para Lindemberg de Castro?

Respostas

1. Em linhas gerais, o aspecto filosófico analisa a Criação Divina, explicando porque Deus criou o homem, qual é a sua origem e sua destinação, refletindo sobre as causas da felicidade e infelicidade humanas. 

2. Porque ela pode dar a impressão que se trata de três elementos separados ou separáveis, que agrupamos apenas por conveniência, o que não é verdadeiro, pois eles estão inextricavelmente ligados.

3. Podemos tomar o Espiritismo, simbolizado deste modo, como um triângulo de forças espirituais. A ciência e a filosofia vinculam à terra essa figura simbólica, porém, a religião é o ângulo divino, que a liga ao céu. No seu aspecto científico e filosófico, a doutrina será sempre um campo de investigações humanas, como outros movimentos coletivos, de natureza intelectual, que visam ao aperfeiçoamento da humanidade. No aspecto religioso, todavia, repousa a sua grandeza divina, por constituir a restauração do Evangelho de Jesus Cristo, estabelecendo a renovação definitiva do homem, para a grandeza do seu imenso futuro espiritual. 

4. “O Espiritismo se apresenta sob três aspectos diferentes: o fato das manifestações, os princípios de filosofia e de moral que delas decorrem e o da aplicação desses princípios” (O LIVRO DOS ESPÍRITOS, Conclusão, Item VII, 1°. parágrafo)

5. Restaurar a verdadeira religião é levar a compreensão aos homens da imanência das suas faculdades espirituais e, portanto, religiosas, em outras palavras, a religião natural: aquela preconizada por Cristo e que os homens ao longo dos séculos a desnaturaram para buscar na conduta exterior e não na reforma de si mesmos, o cumprimento das leis divinas. 
CAIXA DE FERRAMENTAS

Cadernos de leituras espíritas
 
FILOSOFIA
♦ Para acessar a PARTE 1, clique aqui
♦ Para acessar a PARTE 2, clique aqui
♦ Para acessar a PARTE 3, clique aqui

CIÊNCIA
♦ Para acessar a PARTE 1, clique aqui
♦ Para acessar a PARTE 2, clique aqui
♦ Para acessar a PARTE 3, clique aqui

Materiais doutrinários espíritas

- Introdução à Filosofia Espírita - Herculano Pires - aqui
Os filósofos - Herculano Pires - aqui
EADE 5 - Filosofia e Ciências Espíritas - FEB - aqui
Curso de Introdução à Filosofia Espírita - Sérgio B. Gregório -  aqui
- Apostila Espiritismo e Ciência - Alexandre F. da Fonseca - aqui
- Fundamentação da Ciência Espírita - C. F. Loeffler - aqui

Materiais de filosofia

- Dicionário de Filosofia - aqui
- Dicionário de Filosofia (Só Filosofia) - aqui
- Glossário de Filosofia - aqui

- Educação UOL - aqui
- Só Filosofia aqui
- Superinteressante - aqui

E-books didáticos e de divulgação

Filosofia (Ensino Médio) - SEED - PR - aqui
- Antologia de Textos Filosóficos - SEED - PR - aqui
- Metodologia Científica - Maria C. P. Bastos - Daniela V. Ferreira - aqui
- Metodologia do Trabalho Científico - Cleber Cristiano Prodanov - Ernani Cesar de Freitas - Feevale - aqui

Dicionários e outros

- Dicionário Michaelis on-line - aqui
- Dicionário analógico AULETE - aqui
- Conjugador verbal - aqui
- Vocabulário Ortográfico ABL - aqui
- Palavras compostas - aqui
CITAÇÕES E TRANSCRIÇÕES

As citações e/ou transcrições de passagens de textos, com a devida identificação de autor/editor, foram feitas para fins de estudo da Filosofia Espírita, e cada uma delas está vinculada a um exercício, ou a um teste, ou a uma análise de texto, ou a uma reflexão doutrinária, histórica ou filosófica do Espiritismo. 
(LDA - 9.610/1998 art. 46, III)

ÍNDICE - ELEMENTOS DE FILOSOFIA E CIÊNCIA ESPÍRITAS

No Módulo - Apresentação, você tem todos os módulos deste treinamento, com os respectivos links.

- Clique aqui

Materiais e métodos
Apresentação do estudo
1 - Metodologia de ensino-aprendizagem 
2 - Textos para leitura/estudo

Módulos de leitura/estudo
3 - Introdução à Filosofia
4 - O Espiritismo na história da Filosofia 
5 - Noções de Teoria do Conhecimento 
6 - Noções de Metodologia Científica 
7 - Noções de Filosofia das Ciências 
8 - Noções de Ciência Espírita 
9 - Noções de Filosofia Espírita
10 - Espiritismo e outras Ciências
11 - Tríplice Aspecto do Espiritismo - esta página
12 - Programa de Filosofia Espírita
ALGuimaraes
Enviado por ALGuimaraes em 23/01/2020
Alterado em 26/01/2020
Comentários
    
CONHEÇA o site AQUI
ÍNDICE GERAL do site AQUI

APRENDIZADO ESPÍRITA   

 O CONTEXTO

A - Introdução ao Aprendizado Espírita ( IAP)
B - O que é Espiritismo (OQE)
C - Espiritismo em tom de conversa (ETC)


    A PREPARAÇÃO

D - Planejamento e Organização Pessoal (POP)
E - Estudo Pessoal do Espiritismo (EPE)


     AS TÉCNICAS E FERRAMENTAS

F - Aprendizado Didático de Espiritismo (ADE)
G - Comunicação na Casa Espírita (CCE)
H - Técnicas de Ensino e Aprendizagem (TEA)
I - Metodologia e Pesquisas Espíritas (MPE)
J - Direção da Casa Espírita (DCE)


     OS OBJETIVOS

K - Trabalhadores da Casa Espírita (TCE)
L - Qualidade da Prática Doutrinária (QPD)
M - Gestão do Conhecimento Espírita (GCE)
N - Formação de Formadores Espíritas (FFE)

ONDE ENCONTRO
Falar em público
Informações sobre Kardec

Obras Espíritas de Referência
Pesquisa bibliográfica espírita
A Revista Espírita de Allan Kardec
Planificação e Elaboração de Palestras
Ferramentas para estudar e divulgar o Espiritismo
Orientações a Trabalhadores e Atividades Espíritas

ESTUDOS ESPÍRITAS
EVANGELHO E ESPIRITISMO
FILOSOFIA E ESPIRITISMO
CIÊNCIA E ESPIRITISMO

ÍNDICE GERAL DO SITE
TÓPICOS ESPECIAIS
ÍNDICE DOS MÓDULOS

 
Espaço Francisco de Paula Vítor
Espaço S. E. Bezerra de Menezes

 No site O CONSOLADOR
  Curso a distância - Elementos de Filosofia e Ciência Espíritas
 
  Novas informações históricas sobre o Espiritismo
 Baixar a COLETÂNEA
 Veja aqui
Os Curadores do Senhor R$20,00
Abigail [Mediunidade e redenção] R$20,00
Menino-Serelepe R$20,00